Arquivos da categoria: Saúde

Falta pediatra na Unimed

Résultat de recherche d'images pour "unimed birigui"
Pacientes que procuram a Unimed Birigui, localizada na Avenida João Cernack, no Centro da cidade com bebês e crianças doentes tem relatado a demora no atendimento.
O motivo seria a falta de pediatras para atender os bebês e crianças.
Que tal respeitar a vida dos pequenos e disponibilizar mais médicos? A população agradece.

Share Button

Alerta contra o mosquito da Dengue

Período chuvoso facilita proliferação de criadouros para larvar do mosquito Aedes aegypti — Foto: Reprodução/EPTV

Com a volta do período de chuvas, as autoridades de saúde dobram a atenção contra o mosquito Aedes aegypti em cidades da região noroeste paulista, já que as larvas do inseto se multiplicam com água acumulada.

Os ovos do mosquito duram até um ano em recipientes secos e mesmo no período de seca ele se mantém. Com a chuva, ele eclode, vira larva que em poucos dias se transforma no mosquito.

Na primavera, considerada uma estação de transição, a chuva aparece com mais frequência e maior volume. Segundo o Instituto Fiocruz, o combate deve ser redobrado nesta estação.

O calor também é outro fator que favorece a proliferação do mosquito nesta época do ano. De acordo com a Fiocruz, quanto mais possíveis criadouros disponíveis e as temperaturas elevadas, melhor para o Aedes procriar, ou seja, nesta época o desenvolvimento dele acelera.

Cuidado redobrado nessa época do ano: não deixe água parada!

Fone: G1.

 

Share Button

Birigui autoriza presença de doula

Résultat de recherche d'images pour "doula"

O prefeito de Birigui, Cristiano Salmeirão (PTB), sancionou a lei municipal 6.616/2018 que permite a presença de doulas nos partos realizados nas maternidades do município. Ela entrou em vigor no último dia 11, data em que foi publicada no Diário Oficial.

A partir de agora, hospitais públicos e privados serão obrigados a permitir a presença dessas profissionais durante todo o processo de trabalho de parto e pós-parto.

Por meio da nova legislação, além de um acompanhante  a gestante terá o direito de levar para o parto no hospital, a sua doula. A profissional poderá realizar procedimentos com seus instrumentos de trabalho, porém, será proibida de dar diagnósticos, cuja função é restrita aos profissionais da saúde, ainda que ela tenha formação na área.

 

Fonte: Folha da Região.

Share Button

Qual a melhor posição para dormir, segundo a ciência

Dormir  do lado esquerdo proporciona um descanso maior e facilita o funcionamento do nosso organismo melhor do que dormir de bruços, o que pode dificultar a respiração, ou de barriga para cima, o que joga o peso do corpo sobre as costas, por exemplo. Beneficia a drenagem linfática do sistema nervoso central, garante um estudo realizado na Universidade de Stony Brook e na Universidade de Rochester, nos Estados Unidos.

Essa posição favorece a eliminação do excesso de proteínas, vitaminas, gorduras e resíduos, como os depósitos de proteínas beta-amilóides, altamente nocivos à saúde.

Essa função ajuda a manter constante o volume e a pressão sanguínea, assim como o melhor funcionamento do sistema imunológico.

Uma drenagem linfática deficiente pode levar a transtornos neurológicos, como a esclerose múltipla.

2. Melhora a circulação sanguínea

Nosso coração está do lado esquerdo do corpo, e dormir dessa forma impede a obstrução da artéria aorta, que bombeia sangue para o resto do sistema sanguíneo,

3. Facilita a digestão

O estômago e intestinos grosso e delgado estão ligeiramente inclinados à esquerda. Então, deitar-se sobre esse lado do corpo faz com que os alimentos passem por esses órgãos mais facilmente.

4. Alivia o peso sobre a coluna vertebral

A coluna fica mais alinhada do que quando você se deita de costas ou de bruços. Além disso, evita-se que todo o peso do corpo recaia sobre as costas e, é recomendável para grávidas, já que assim o bebê não pressiona a veia cava, e o sangue circula melhor, fazendo chegar à placenta os nutrientes necessários.

Mulher grávida dormindo

 

Fonte: BBC.

Share Button

Número de mosquito da dengue diminui em Birigui

A média de infestação do mosquito Aedes aegypti em Birigui caiu de 6,9% para 0,9% em dois meses. É o que aponta o resultado do terceiro Liraa (Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti) realizado neste ano Secretaria Municipal de Saúde.

O índice é considerado de baixo risco, ficando abaixo de 1%, que é o preconizado pelo Ministério da Saúde. No Liraa realizado em janeiro, o índice chegou a 10,2%, caindo para 6,9% no levantamento feito em abril.
O terceiro Liraa foi realizado de 2 a 19 deste mês pelos agentes de combate a endemias do CCVZ (Centro de Controle de Vetores e Zoonoses), que percorreram 480 quadras e fizeram a vistoria em 2.253 imóveis da cidade.

A cidade foi dividida em quatro áreas. A área 1, que concentra os bairros da região do Monte Líbano, João Crevelaro, Copacabana, Ivone Alves Palma, Copacabana, Alto do Silvares, Cohab 3, São Braz e Thereza Maria Barbieri, o índice foi de 0,71%. A área 2 que abrange a região do Cidade Jardim, Vila Bandeirantes, Bosque da Saúde, Vila Xavier, Jandaia 2 e Pinheiros teve índice de 1,23%.

Na área 3, que compreende a região dos bairros Distrito Industrial, Novo Parque São Vicente, Vila Isabel Marin, Jardim do Trevo e Vale do Sol, o resultado foi de 1,12%. Já nos bairros da área 4, como Quemil, Silvares, Recanto Verde, Tijuca, Portal da Pérola 1 e 2, Santo Antonio e Jardim Aeroporto, o índice foi de 0,68%.

Durante o período, foram encontrados 21 criadouros com larvas em vasos sanitários, ralos internos e externos, prato de vaso, garrafas retornáveis, bebedouros de animais, entre outros.

 

Fonte: Folha da Região.

Share Button

1 em cada 4 brasileiros terá mais de 65 anos em 2060, aponta IBGE

A população brasileira está em trajetória de envelhecimento e, até 2060, o percentual de pessoas com mais de 65 anos passará dos atuais 9,2% para 25,5%. Ou seja, 1 em cada 4 brasileiros será idoso. É o que aponta projeção divulgada nesta quarta-feira (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo a pesquisa, a fatia de pessoas com mais de 65 anos alcançará 15% da população já em 2034, ultrapassando a barreira de 20% em 2046. Em 2010, estava em 7,3%.

A pesquisa mostra que em 2039 o número de idosos com mais de 65 anos superará o de crianças de até 14 anos, o que acelerará a trajetória de envelhecimento da população. Atualmente, a população com até 14 anos representa 21,3% dos brasileiros e cairá para 14,7% até 2060, segundo o IBGE.

Já a faixa entre 15 e 64 anos, que hoje responde por 69,4% da população, cairá para 59,8% em 2060.

IBGE: projeção da população brasileira (Foto: Fernanda Garrafiel/G1)IBGE: projeção da população brasileira (Foto: Fernanda Garrafiel/G1)

IBGE: projeção da população brasileira (Foto: Fernanda Garrafiel/G1)

Idade média é de 32,6 anos

Atualmente, a idade média da população brasileira é de 32,6 anos. Em 2010, era de 29,2 anos. Pelas projeções do IBGE, em 2037 já estará acima de 40 anos, chegando a 45,6 anos em 2060.

Hoje, para cada 100 pessoas em idade para trabalhar, há 44 indivíduos menores de 15 anos ou maiores de 64 – patamar maior que o de outros emergentes como China (37,7) e Rússia (43,5), mas ainda bem abaixo ao de países desenvolvidos e com elevado percentual de idosos como Japão (64) e França (59,2).

O estudo mostra que também é possível medir o envelhecimento populacional comparando a população com 65 anos de idade ou mais e os menores de 15 anos. Atualmente, são 43,2 crianças de até 14 anos para cada grupo de 100 idosos com 65 anos ou mais. Já em 2022, o índice subirá para 51%, superando os 100% em 2039, o que indicará a o país passará a ter mais idosos do que crianças.

Segundo o IBGE, o Rio Grande do Sul será o primeiro estado que experimentará uma proporção maior de idosos que crianças de até 14 anos, o que deverá ocorrer em 2029. Em 2033, será a vez de Rio de Janeiro e Minas Gerais. Estados mais jovens, como Amazonas e Roraima, continuarão com mais crianças que idosos até 2060, segundo o IBGE.

A taxa de fecundidade também deve continuar caindo no Brasil, segundo o IBGE. Atualmente, é de 1,77 filho para cada mulher. Pela projeção, deverá cair para 1,66 em 2060. Em 2010, estava em 1,75 e chegou a 1,8 em 2015.

A idade média em que as mulheres têm filhos é atualmente de 27,2 anos e, segundo o IBGE, chegará a 28,8 anos em 2060.

Já a projeção para a expectativa de vida do brasileiro ao nascer – atualmente de 72,74 anos para homens e 79,8 anos para mulheres – é alcançar 77,9 anos para homens e 84,23 anos para as mulheres em 2060.

Share Button

Dormir tem função antioxidante, aponta estudo

 

Sono

Um novo estudo, desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Columbia, de Nova York, e publicado nesta quinta-feira pela revista PLOS Biology, traz uma conclusão sobre o sono: dormir tem um efeito antioxidante no organismo.

Para chegar aos resultados, os cientistas utilizaram uma variedade mutante da drosófila, a mosca-da-fruta, adaptada justamente para ter sono mais curto do que o normal – mantendo de modo intacto seus ritmos circadianos, no entanto. E encontraram novas evidências de como a falta de sono traz efeitos negativos para a saúde.

A conclusão foi que a privação do sono faz com que os animais tenham uma sensibilidade maior ao estresse oxidativo agudo – ou seja, uma noite bem dormida tem propriedades antioxidantes.

Para os pesquisadores, o entendimento da relação entre dormir e o estresse oxidativo pode ser um passo importante na compreensão de doenças humanas modernas – de distúrbios do sono a doenças neurodegenerativas.

“A maior parte dos animais dorme. Os seres humanos dormem quase um terço de suas vidas. E ainda hoje as funções fundamentais do sono permanecem desconhecidas”, afirma a pesquisadora Vanessa Hill, do Departamento de Genética da Universidade de Columbia, uma das autoras do estudo. “Utilizamos a drosófila de sono curto para descobrir o papel do sono na resistência ao estresse oxidativo. E observamos que quanto mais aumentávamos o tempo de sono das moscas, maior era essa resistência.”

Mosca-da-fruta

 

É uma relação intrigante: o estresse oxidativo desencandeia o sono, que então age como antioxidante tanto para o corpo como para o cérebro.

O estudo indica que, se há uma correlação entre os distúrbios do sono e tais doenças, a perda de sono pode tornar os indivíduos mais sensíveis ao estresse oxidativo e, consequentemente, às patologias. E o inverso também seria verdadeiro: o rompimento patológico da resposta antioxidante levaria à perda do sono. Um ciclo vicioso.

Homem insone

De acordo com um levantamento realizado pela empresa Philips no início deste ano, 72% dos brasileiros sofrem de doenças relacionados ao sono. A mesma pesquisa foi realizados em outros 12 países – a média da América Latina é de 75%, com os mexicanos em pior situação (88%) e os argentinos, em melhor (64%).

Os principais problemas relatados são insônia, ronco, apneia (respiração que para e volta durante o sono) e a narcolepsia (sono súbito e inconsolável). Segundo a pesquisa, as causas apontadas para a dificuldade de dormir são preocupações financeiras, uso de tecnologias como o celular na cama e estresse decorrente de questões de trabalho.

De acordo com o Instituto do Sono, de São Paulo, ter horários regulares para dormir é um primeiro passo para conseguir ter uma boa noite de sono.  Álcool e café próximo ao horário de dormir são desaconselhados. Também é recomendável jantar moderadamente, e sempre no mesmo horário.

Share Button

SUS reduz atendimentos no Instituto de Olhos de Buritama

Uma determinação do SUS (Sistema Único de Saúde) reduziu em cerca de 1,2 mil o total de atendimentos mensais do Instituto de Olhos de Buritama. De acordo com a direção da Santa Casa da cidade, responsável pela administração do instituto, em novembro foi emitida portaria definindo teto fixo para atendimentos de glaucoma.

Anteriormente a esse período, os atendimentos eram agendados pelos municípios por livre demanda e de acordo com a necessidade. Os recursos eram em torno de R$ 240 mil mensais para o serviço. A partir da nova portaria, o teto fixo passou para R$ 199 mil, distribuídos entre os municípios pertencentes ao DRS (Departamento Regional de Saúde) de Araçatuba.

O serviço de oftalmologia de Buritama é referência na região. São realizados procedimentos clínicos como consultas, exames e cirurgias, como de catarata e pterígio (crescimento que começa no tecido transparente do olho e pode se difundir para a córnea).

Procedimentos de glaucoma são distribuídos entre consultas e entrega de colírios das três linhas de tratamento. Atualmente são atendidos seis mil pacientes por mês no setor de oftalmologia.

 

Fonte: Folha da Região.

Share Button

Vacinação em Birigui termina hoje

Campanha de vacinação contra a gripe termina dia 30 em Birigui (Foto: Prefeitura de Uberlândia/Divulgação/Arquivo)

A Vigilância Epidemiológica de Birigui (SP) confirmou,  que 62,58% do público-alvo foi vacinado contra a gripe na cidade. A campanha de vacinação gratuita termina nesta quarta-feira (30/05/2018) .

Segundo a vigilância, foram aplicadas 15.529 doses, sendo 10.481 em idosos; 2.066 em crianças; 1.799 em profissionais da saúde; 688 em professores, 338 em gestantes e 157 doses em puérperas.

A vacina é destinada para os idosos acima de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, profissionais da saúde, gestantes, puérperas (mulheres que deram à luz há até 45 dias), professores e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e pode ser tomada em qualquer Unidade Básica de Saúde das 7 às 18:00.

Fonte: G1.

Share Button

PS pediátrico começa a atender hoje em Birigui

A unidade terá pediatras 24 horas por dia, nos sete dias da semana.

O feriado nacional do Dia do Trabalho, na próxima terça-feira (1.º de maio), tem em Birigui a  inauguração do Pronto Socorro Municipal, o primeiro na cidade e região. A unidade terá pediatras 24 horas por dia, nos sete dias da semana.

Os médicos especialistas atuarão em plantões de 12 horas. Eles foram contratados pelo IDS (Instituto de Desenvolvimento Social), responsável pela gestão da unidade de urgência e emergência do município.  Na região, o município será pioneiro em contar com um equipamento de saúde voltado ao público infantil.

A população espera que tudo funcione e que as crianças sejam bem atendidas.

Fonte: Folha da Região.

Share Button
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...