Arquivos da categoria: Região

Portões trazem segurança e estilo para as residências

portões-de-casas-modernas8

Uma das melhores formas de fazer ou reformar sua casa em uma construção moderna é investir no portão, que além de segurança confere estilo para as residências. Existem diversas opções de portões, mas uma casa moderna exige um que seja no mínimo automático, já que o torna extremamente eficiente e muito útil para o conforto das pessoas ao chegar em casa e não precisar nem ao menos sair do carro para abrir e fechar o portão, o que também torna a situação mais segura.

portoes-automaticos-sp-automatizadores-deslizantes-torsion-portao

Na hora de escolher o portão é importante definir se ele será aberto ou fechado, mas não se esquecendo do modelo que é uma grande consideração a ser pensada e decidida, pois deve casar perfeitamente com o estilo da fachada de sua casa, se não faltará harmonia e poderá “matar” toda a construção já feita.

portões-de-casas-modernas

Os materiais que podem ser usados como portões atualmente são diversos: portões de ferro (que, diga-se de passagem, são os mais escolhidos e usados, até porque é um dos mais baratos do mercado, mas em compensação, o gasto para sua manutenção é um pouco elevado já que exigem tratamentos de corrosão e pintura para mantê-lo).

portões-casas-modernas02

 O de alumínio (são mais caros, porém com melhores preços no quesito manutenção exigindo mais pintura e verniz.), madeira (esse estilo pode ser moderno e exibe um ar de nobreza, porém exige constante manutenção para que o portão seja mantido em perfeito estado de conservação, é preciso lixá-lo, pintá-lo e envernizá-lo com alta freqüência.) e até mesmo vidro temperado (esse modelo exige a manutenção mais simples dentre os demais citados, e, diga-se de passagem, seus preços não são tão elevados assim.

Em Birigui, um ótimo lugar para escolher e desenvolver um portão ideal para a sua residência é na Boreart:

est_5181_foto_13983A Boreart fica na Rua Natal Masson, 250, atrás do Aeroclube em Birigui. Telefone: 18 3644 7272.

Share Button

Em Araçatuba, caminhão derruba três postes

Em Araçatuba, um caminhão derrubou três postes depois de enroscar nos fios, na tarde desta quinta-feira (18/12), quando passava pela Rua Manuel Joaquim de Souza. O caminhão é de uma empresa de eletrodomésticos, usado para levar os produtos. Ninguém ficou ferido.

Segundo informações da polícia, o caminhoneiro estava indo para casa almoçar, quando passou pela rua e o baú do caminhão enroscou em um dos fios, de uma empresa de telecomunicações, e provocou a queda dos postes, cortando a linha telefônica e deixando uma parte do bairro sem energia.

poste_1

Um destes postes atingiu uma residência, danificando o muro e o telhado. Outro poste ficou preso em uma árvore e o terceiro, caiu no meio da rua. Segundo o caminhoneiro, o fio estaria mais baixo do que o normal, devido às fortes chuvas que aconteceram nos últimos dias. Ele disse também que os postes eram de madeira e estavam em péssimo estado, o que teria facilitado a queda. O caminhonheiro disse para os policiais que já passou pelo local várias vezes sem problemas.

A CPFL, Companhia de Energia de Força e Luz, foi até o local para fazer a troca, substituindo os postes de madeira pelos de concreto. Os danos causados na casa devem ser pagos pela empresa responsável pelo caminhão, que irá esperar a perícia confirmar de quem são os fios para entrar com um processo.

A empresa de telecomunicações disse em nota que os cabos estavam instalados na altura correta, de acordo com os padrões determinados pela concessionária de energia. A empresa disse ainda que acompanhou a conclusão do trabalho da CPFL para reinstalar os cabos e viabilizar a reabilitação dos serviços.

Poste ficou caído na rua depois do acidente (Foto: Thais Luquesi / TV TEM)Poste ficou caído na rua depois do acidente (Foto: Thais Luquesi / TV TEM)
Share Button

Câmara aprova super salário para Cido em Araçatuba em meio a polêmicas

A situação em Araçatuba não está das melhores: aprovou ontem 18/12 em sessão extraordinária (que paga hora extra a vereadores…) o aumento do salário do prefeito Cido Sério (PT) de R$ 19,5 mil para R$ 20.779,20, por seis votos favoráveis contra quatro contrários.

Votaram a favor da proposta Beatriz Nogueira (PT), Cabo Claudino (PTdoB), Cido Saraiva (PMDB), Durvalina Garcia (PT), Gilberto Mantovani, o Batata (PR), Rivael Papinha (PSB). Posicionaram-se contra a propositura Arlindo Araújo (PPS), Carlinhos do 3º DP (PDT), Ermenegildo Nava (Pros) e Tieza Marques de Oliveira (PSDB). O presidente do Legislativo, Jaime José da Silva (PTB) não votou e a parlamentar Edna Flor (PPS) não compareceu à sessão.

FOTO2-338168-2014-12-17-21-22

Foto: Folha da Região

Enquanto isso  o TJ-SP (Tribunal de Justiça do estado de São Paulo) adiou o julgamento de recurso de Cido Sério (PT), contra a decisão da Justiça de Araçatuba que o condenou em fevereiro deste ano por improbidade administrativa em virtude do não cumprimento de sentença que o obrigava a extinguir 278 cargos comissionados considerados inconstitucionais.

Por outro lado o TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) mandou exonerar imediatamente os funcionários municipais que ocupam cargos comissionados na Prefeitura de Araçatuba, que foram considerados inconstitucionais pelo tribunal no fim de novembro deste ano. É o que consta no acórdão com a decisão, que foi finalizado na última terça-feira e registrado na quarta-feira (17/12).

No documento, o relator  Luiz Ambra, destacou que esta é a terceira sentença da Justiça que considera ilegais funções criadas na Prefeitura de Araçatuba para acomodar apadrinhados políticos. Segundo Ambra, o município tenta, desde então, contornar o que é determinado pela Constituição Federal “travestindo funções técnicas em cargos em comissão”. “Até de motoristas, encarregados de limpeza ou da carpintaria, apenas para exemplificar”, detalhou Ambra.

Trata-se da terceira declaratória de inconstitucionalidade relativa ao município de Araçatuba, pelos mesmos fundamentos. Há mais de uma década o poder público tendo tido ensejo de regularizar a situação de seus comissionados, sem que o fizesse, recorrendo sistematicamente a disfarces e evasivas”, afirmou Ambra no acórdão.

A população está revoltada com a patifaria que toma conta da gestão pública, falta respeito pela população e compromisso com as metas de campanha.

Share Button

Birigui recebeu um belo vídeo homenagem

No último dia 08/12/2014, segunda-feira, a cidade de Birigui fez 103 anos, e mesmo sem grandes celebrações por parte da Prefeitura e ainda necessitando de muitas melhorias, a cidade recebeu uma bela homenagem do SBT interior, valorizando aquilo que a Cidade Pérola tem de melhor, como o biribol, a comida e o rádio. O vídeo é muito bacana e traz diferentes personalidades biriguienses. Vale a pena conferir:

Share Button

Salmeirão é novo presidente da Câmara em Birigui

Em Birigui o líder da oposição, o vereador Cristiano Salmeirão (PPS) foi eleito por meio de uma chapa única e por unanimidade o novo presidente do Legislativo. Houve até queima de fogos após o anúncio da escolha.

cristiradentesA partir de amanhã, Salmeirão vai começar o processo de transição com o atual presidente Paulo Bearari (PT) para se inteirar sobre a situação da Câmara de Birigui, e assim determinar o que precisará ser feito. A composição da mesa diretora a partir do dia 1º de janeiro de 2015 até o dia 31 de dezembro de 2016 será a seguinte, além de Salmeirão: vice-presidente Valdemir Frederico, o Vadão da Farmácia (PTB); primeira secretária, Hebe Camargo Cervelati (PR); segunda secretária, Osterlaine Henriques Alves (PMDB).

Em sua declaração como presidente do Legislativo eleito, Salmeirão pediu para que os funcionários da Casa  o ajudassem a dar continuidade ao trabalho realizado pelo ex-presidente Paulo Bearari no período em que esteve comandando o Legislativo.

Ele agradeceu ao prefeito de Birigui, Pedro Bernabé (PDT), por não ter se “intrometido” na eleição da nova mesa diretora e elogiou o trabalho do antigo presidente da Casa, Paulo Bearari.

A população biriguiense espera que a nova gestão da Câmara

Share Button

Birigui terá orçamento menor em 2015

A Câmara de Birigui aprovou por unanimidade na sessão, o orçamento municipal para 2015, que será 3% menor em relação ao aprovado para este ano. O projeto de lei estimou a receita e fixou a despesa da administração da cidade em R$ 299.525.000,00.

0608_Dinheiro_jpg

 A proposta, que não recebeu emendas, já havia sido aprovada em primeiro turno, sem discussões, durante sessão ordinária em novembro. Já as despesas e receitas aprovadas no ano passado para 2014 foram estimadas em R$ 311.449.000,00. Na justificativa ao projeto, o prefeito Pedro Bernabé (PDT) disse que o propósito da ação da administração é conduzir o município a uma situação de equilíbrio e estabilidade, sem comprometer a execução dos serviços públicos considerados essenciais.

O pedetista cita ainda no texto que a situação econômico-financeira do País, cujos reflexos se fazem sentir nos municípios, impõe “direta e indiretamente, severas restrições à ação governamental”. Além disso, Bernabé comentou a baixa arrecadação da administração municipal.

A arrecadação por parte do município ficou aquém do esperado. A receita tributária própria de R$ 43.162.788,00, por exemplo, representa apenas 17,27% do total estimado, disse o prefeito no projeto. Se comparada com o ano passado, ela cresceu 0,44% (R$ 42.969.669,00).

As transferências correntes, que englobam FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e o ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) e são a principal fonte de receitas do orçamento, cresceram 7%.

O enxugamento do orçamento neste ano rompe um ciclo de aumento desde que Bernabé assumiu o Executivo biriguiense. Foi aprovado para o primeiro ano do mandato do pedetista um orçamento de R$ 264.813 milhões – 15% maior do que o previsto para 2012. O aumento de 2013 para 2014 foi de 17%.

Share Button

Aeroporto de Penápolis realiza voos noturnos

 O Aeroporto Estadual Dr. Ramalho Franco, em Penápolis, já está operando com voos noturnos após concluídas as obras de infraestrutura, com iluminação da área de embarque e desembarque de passageiros, bem como a visualização aérea da pista pelos pilotos. O espaço é usado apenas por aeronaves particulares.

FOTO2-337576-2014-12-05-09_03
Em nota, o Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo) informou que foram investidos R$ 1,2 milhão. “Além disso, foi iniciada em novembro de 2013 e terminada este ano a ampliação da pista de rolamento e acesso de veículos, com investimento de R$ 563 mil”, diz.

Entre as obras, foram instaladas torres com refletores voltados para o pátio destinado ao embarque e desembarque de passageiros, possibilitando o trabalho de funcionários para conduzir as aeronaves aos seus respectivos locais de parada, além de sinalizadores de solo ao redor dos 1,5 mil metros da pista, para o balizamento noturno.

Este equipamento é fundamental para que o piloto, ao se aproximar do aeroporto, se oriente sobre a localização exata da pista, permitindo um pouso seguro. Os investimentos foram realizados com recursos do Estado. “Os voos noturnos já estão em operação, mas são destinados, neste momento, às empresas que operam no aeroporto, que é focado na aviação geral (executiva)”, destaca a nota.

Durante a noite, o aeroporto funciona por solicitação, ou seja, caso algum piloto necessite realizar o pouso, é necessária solicitação com antecedência e, de acordo com o plano de voo e o horário previsto de chegada, as luzes de todo o complexo são acionadas.

Share Button

Dilma anuncia ajustes na economia

Dilma: investigação na Petrobras pode "mudar Brasil para sempre" Roberto Stuckert, PR/Divulgação

 A presidente Dilma Rousseff não deu nenhuma indicação hoje de quem será o novo ministro da Fazenda. Mas seja lá quem for, ela já decidiu uma coisa:

— Nós vamos fazer ajustes.

Tanto ela quanto o ministro Guido Mantega, da Fazenda, que a acompanhou na reunião de cúpula das 20 maiores economias do mundo, o G-20, se negaram a revelar em que áreas serão feitas os cortes. Dilma explicou que no Brasil hoje há vários gastos e despesas que não resultam nem em mais investimento, nem em aumento de consumo. 

Diante da necessidade de ajuste fiscal, há rumores no mercado de que o governo aumentaria a Cida, isto é, uma contribuição cobrada a cada litro da gasolina — como forma de aumentar a arrecadação. Dilma desmentiu o rumo :

— Não conheço essa possibilidade. Eu não discuti a criação da Cide com ninguém — garantiu.

Mantega assegurou que não haverá uma mudança radical de rumo na política econômica do governo. E repetiu o seu principal argumento: de que a população, ao reeleger o governo, aprovou a atual política econômica “que gerou emprego e aumentou a renda da população”. Quando um jornalista quis saber, então, se ele não se sentia injustiçado por estar sendo afastado do governo, Mantega reagiu:

— Desculpe, mas eu não fui afastado. Eu pedi para sair do governo já há algum tempo. Existem problemas familiares. Cheguei no limite.

Dilma e Mantega falaram em frustração no G-20 com a recuperação fraca da economia mundial, bem abaixo do esperado.

Mantega voltou a atribuir o baixo crescimento no Brasil e a desaceleração nos países emergentes ao baixo crescimento nas economias ricas:

— O comércio internacional era estimulado pelos países avançados, pela União Europeia, Estados Unidos, Japão. Então, foram eles que desaceleraram o comércio internacional. Portanto diminuíram as encomendas feitas para a China, os países asiáticos…

Ele citou ainda uma série de problemas específicos do Brasil para explicar o baixo crescimento do país, como uma seca forte, menos dias úteis, repercussão dos ajustes do Fed (o Banco Central dos Estados Unidos) e pressão inflacionária. Até, finalmente, reconhecer que o Brasil precisa fazer ajustes :

— O Brasil tem que fazer ajustes. Temos que reduzir a pressão inflacionária, e ela está sendo reduzida. Temos que fazer outros ajustes, como o fiscal, o que há muitos meses eu venho dizendo. Estamos preparando estes ajustes, quando estiverem prontos serão anunciados — afirmou.

Dilma cobrou a prometida reforma do Fundo Monetário Internacional (FMI), onde para Brasil e outros emergentes foi prometido mais peso. A reforma foi bloqueada pelos Estados Unidos.

— Se não houver saída, ou se não for aprovada esta reforma no âmbito de todos os membros, no caso, dos Estados Unidos, nós procuraremos, junto aos ministros da Fazenda do G-20, soluções alternativas.

Mantega disse que os Brics — grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul — decidiram se organizar para que o novo banco do bloco, chamado Novo Banco do Desenvolvimento, comece a funcionar a partir de julho do ano que vem. Será indicado um conselho de administração provisória e alguns membros da diretoria antes mesmo de ter a aprovação do Congresso para o funcionamento do banco.

Share Button

Governo federal cede antiga estação para Birigui

O governo federal cedeu o local  de 150 mil metros quadrados, que abrigava a antiga estação ferroviária à Prefeitura para preservação e manutenção em caráter provisório, até a conclusão da assinatura do contrato de destinação para a entrega definitiva. O espaço, tomado hoje pelo abandono e mato alto, dará lugar a um parque, que será construído pela administração municipal, e ao novo Tribunal Regional do Trabalho da 15ª região, local onde será erguido o novo Fórum Trabalhista em Birigui.  O evento contou com a presença da secretária do Patrimônio da União em Brasília, a biriguiense Cassandra Maroni Nunes.

14208964

A expectativa é que as obras comecem em 2015. Apenas um galpão da antiga estação é usado por funcionários da Prefeitura para a confecção dos enfeites natalinos que estão sendo colocados na cidade.

foto10-1024x768

Apesar do descaso com o local, artistas tentaram revitalizar o espaço através de grafites. Tomara que o parque seja construído dentro dos prazos e traga mais uma opção de lazer para a cidade, que é carente neste sentido.

 

Share Button

Parque do povo abandonado

povo1
Em Birigui, como todos sabem, há poucas opções de lazer público, e uma delas é o Parque do Povo, que infelizmente está bem maltratado:
povo2
As fotos desta matéria foram tiradas nesta semana e mostram aparelhos quebrados ou ausentes.
povo3
Falta segurança para cuidar do local e também manutenção.

povo4
Os biriguienses também sugerem a plantação de árvores e flores no local, já que não há paisagismo e as árvores ainda diminuiriam a sensação de calor no local, além de permitir práticas desportivas como slackline e lenço.

Share Button
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...