Arquivo da tag: sustentabilidade

Região reduz produção de lixo anual

Segundo dados divulgados pela Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), no ano de 2016, 43 cidades da região de Araçatuba produziram uma média de 595,91 toneladas de lixo por dia. Em 2017, esse número caiu para 592,48 t/l/dia. A redução foi de apenas 0,57%. Essa diferença na produção de lixo resultou em 368,43 toneladas a menos.

Na contramão do Brasil, região reduz produção de lixo anual

Já no resto do país, a geração total de resíduos sólidos urbanos em 2017 foi de 78,4 milhões de toneladas, o que representa crescimento de 1% em relação a 2016, passando de 212.753 toneladas por dia para 214.868 t/dia. Esse levantamento foi divulgado no Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil, documento lançado pela Abrelpe (Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais).

O levantamento mostra que cada brasileiro também produziu mais lixo em 2017 (378 kg por ano), volume que daria para cobrir 1,5 campo de futebol. A Abrelpe não especifica o motivo da redução do lixo na região de Araçatuba, mas atribui o aumento nacional à retomada da economia – com mais dinheiro, o brasileiro passou a descartar mais materiais.

O problema é que sete milhões de toneladas de resíduos, ou o equivalente a 6,1 mil piscinas olímpicas, tiveram destino impróprio. Na região, segundo a Cetesb, apenas em Murutinga do Sul o descarte de lixo ainda é considerado inadequado. Na cidade, o IQR (Índice de Qualidade de Resíduos) é um dos mais baixos do Estado (2,70). O IQR mais alto dentre as 43 cidades é Mirandópolis (9,82). Araçatuba, a cidade que mais produz lixo na região, ficou com IQR 8,80.

Fonte: Folha da Região.

Share Button

Birigui está desassoreando córrego Parpinelli

Começa hoje – Periscópio

Todo ano o biriguiense sofre com enchentes, e a culpa obviamente é do ser humano que pôs concreto e tudo, desmatou árvore e ainda descarta lixo em lugar indevido entupindo tudo.

Mas para amenizar a situação principalmente nos arredores do Largo do Povo, na Avenida João Cernack em Birigui, obras de desassoreamento iniciadas nesta semana em um trecho do Córrego Parpinelli.

Com isso se espera melhorar o escoamento da água e evitar as indesejadas enchentes. O córrego tem quase quatro quilômetros de extensão e corta um terço da cidade.

Quatro caminhões basculantes e uma retroescavadeira estão sendo usados para remover areia, vegetação desnecessária e entulhos, além de lixo como garrafas pet, sacos plásticos e demais objetos descartados no córrego.

Segundo a Prefeitura, o serviço deve ser concluído nos próximos 20 dias e o objetivo é fazer com que o córrego retenha uma maior quantidade da água da chuva. Mas claro que além de desassorear o rio, é preciso replantar árvores e que a população também ajude não jogando lixo na rua e entupindo os esgotos.

Foto: internet.

Share Button

Após muitas denúncias Prefeitura finalmente resolve problema

QAP Birigui sitt bilde.

Depois de diferentes mídias sociais divulgarem o vazamento de adutora na Avenida Vitória Régia, a Prefeitura de Birigui começou a tomar providências.

O vazamento começou na última quinta-feira dia 18/01/2018, porém após muitas denúncias, apenas esta semana a Prefeitura solucionou o problema, depois de muita água sendo desperdiçada enquanto parte da cidade sofre sem água na torneira.

É preciso mais agilidade Prefeitura!

Share Button
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...