Clima seco e aumento de doenças

A combinação de baixa umidade relativa do ar, temperaturas elevadas e fumaça proveniente de queimadas que tem afetado a região Noroeste paulista, deixa o corpo mais suscetível a doenças, principalmente, as que afetam o aparelho respiratório. Asma, bronquite, gripes e resfriados são frequentes nessa época do ano. Entretanto, medidas simples podem atenuar os efeitos adversos do clima árido no organismo.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a umidade do ar abaixo dos 30% traz riscos para saúde. O ideal é que ela fique entre 50% e 80%. Outro fator que contribui para os efeitos negativos do clima é a poluição, que aumenta no período seco. A falta de chuvas propicia a concentração de gases nocivos na atmosfera como o monóxido de carbono, dióxido de nitrogênio, dióxido de enxofre e outras substâncias prejudiciais à saúde.

No período da seca o ar “procura” água em todos os ambientes, inclusive, no corpo humano. Algumas áreas do corpo como, por exemplo, a pele, são danificadas pelo ar seco, o que torna indispensável o uso de cremes hidratantes. No caso da seca, o organismo humano está inserido em um meio ambiente que por si só é agressivo. A pele, os olhos e o aparelho respiratório ficam ressecados. Daí a necessidade de hidratação constante.

O nariz é o órgão mais afetado pelo ar seco, por ter o primeiro contato com o ambiente. A função do nariz é filtrar as impurezas do ar que vai para os pulmões, mas, pelo fato de estar danificado pelo clima seco, a filtragem acaba não ocorrendo.

Além dos problemas respiratórios, o coração também sofre porque há uma elevação da pressão arterial. Com isso, há uma possibilidade maior de ocorrência de infarto e acidente vascular cerebral (AVC).

Alguns cuidados simples devem ser tomados para evitar complicações. Medidas como beber dois litros de água por dia, evitar atividades físicas das 9h às 17h e lavar o nariz com soro fisiológico são eficazes. Deixar um umidificador de ar ligado no ambiente ou uma bacia cheia de água ajuda o ar a ficar mais úmido, o que facilita a respiração. Crianças e adultos com mais de 50 anos precisam ter ainda mais precaução. Nessas fases da vida, ou estão com a imunidade ainda não tão amadurecida ou em uma fase em que não são tão eficazes.

 

 

Para saber mais consulte seu médico. Climesp: (18) 3642-4088, na Rua Ribeiro de Barros, 126, em Birigui-SP.

Share Button

Poupança renderá menos

A partir de amanhã, quem tem aplicação na poupança precisa ficar atento e pesquisar opções no mercado, porque a rentabilidade vai diminuir, avisam analistas. Isso porque a taxa básica de juros (Selic) caiu para 8,25%, conforme a decisão de ontem do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, e, portanto, a regra de remuneração da caderneta não será mais a mesma.

Pela regulamentação que entrou em vigor em 2012, toda vez que a Selic fica abaixo de 8,5% ao ano, a poupança passa a render 70% da taxa básica mais Taxa Referencial (TR). Como hoje é feriado, a norma passa a valer a partir de sexta-feira.

A regra vigente até ontem — remuneração de 0,5% ao mês mais TR, que, no ano equivale a cerca de 6% — voltará a valer caso a Selic volte a subir para acima de 8,5%. Com a mudança, a remuneração média da poupança passará para 5,7% ao ano, e, se a Selic chegar a 7,25% como prevê a mediana do mercado do boletim Focus do BC, o rendimento médio cai para 5% ao ano.

Apenas os depósitos feitos na poupança até o dia 3 de maio de 2012 continuam com a regra antiga, de acordo com o Banco Central. O órgão informou ontem que os depósitos na poupança superaram os saques em R$ 2,4 bilhões em agosto, o maior volume registrado para o mês desde 2013. Foi o quarto mês consecutivo de crescimento no volume de recursos depositados na caderneta. A queda na inflação neste ano para 2,46% no acumulado em 12 meses até agosto ajudou a melhorar o rendimento da poupança, que, apesar de baixo, vem conseguindo ter ganho real.

É triste porque poupar dinheiro no Brasil não rende para quem acredita no país.
Fonte: Correio Braziliense
Share Button

Incêndio em escola de Mirandópolis deixa alunos sem aula

Um incêndio atingiu a sala da escola municipal Professora Ebe Aurora Fernandes Marcos, de Mirandópolis, na noite de terça-feira (05/09/2017). De acordo com a Polícia Militar, o fogo atingiu o cômodo onde são guardados os materiais esportivos.

A direção dispensou cerca de 500 alunos por conta do forte cheiro. Vizinhos perceberam a fumaça e acionaram o Corpo de Bombeiros. Um caminhão-pipa da Prefeitura também foi ao local.

As chamas foram contidas, entretanto, a sala ficou destruída. Ainda não se sabe o que provocou o incêndio. As aulas serão retomadas na segunda-feira (11/09/2017).

Fonte: Folha da Região.

Share Button

Sujeira toma conta de espaço público em Birigui


Após um evento realizado no domingo 03/09/2017, ainda ontem no final da tarde era possível ver a sujeira e lixo deixado no Parque do Povo em Birigui, um dos poucos espaços de lazer gratuito da cidade.


Como é possível ver nas fotos, como garrafas, papéis, bexigas estouradas e etc. Falta conscientização por parte do público e dos expositores do local ou falta de lixeiras no local?
O que não pode é deixar estes restos para a população.

Share Button

Ciclista morre atropelado na Rondon

O ciclista Cícero Gomes de Souza, de 53 anos, morreu atropelado, na noite de domingo 03/09/2017, depois de tentar atravessar a rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Araçatuba. O acidente ocorreu por volta das 19h.

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima empurrava uma bicicleta pelo acostamento da pista, quando tentou atravessá-la. Um autônomo de 42 anos, que conduzia um Renault Logan, com placas de Ubarana (SP), não conseguiu frear a tempo e acabou atropelando o ciclista.

Souza chegou a ser levado pelo Resgate da concessionária Via Rondon, que administra a rodovia, ao pronto-socorro da Santa Casa, mas não resistiu. A Polícia Militar Rodoviária esteve no local. O trecho em que a vítima foi atropelada não tem iluminação noturna e não precisou ser interditado.

O corpo do ciclista foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) onde, após passar por exame necroscópico, foi liberado aos familiares para velório e sepultamento. O motorista do carro vai responder por homicídio culposo – quando não há a intenção de matar.

Falta iluminação e passarelas para salvar a vida do povo.

 

 

Fonte: Folha da Região.

Share Button

Cobrando muito alto, pedágios não emitem Nota Fiscal

Embora tenha um valor exorbitante e cuja aplicação nem sempre pode ser vista por quem circula nas rodovias terceirizadas e tem que pagar os temidos pedágios, o motorista não tem comprovante fiscal do mesmo, apenas um recibo.

O motivo é que as concessionárias de rodovia não emitem nota fiscal porque não estão enquadradas nas atividades com pagamento de ICMS (imposto estadual), categoria nas quais se encaixam as vendas de produtos em geral e serviços de comunicação, transporte intermunicipal e fornecimento de energia. As atividades de pedágio estão relacionadas à prestação de serviço e obrigadas ao pagamento de ISS (imposto municipal).

Acontece que em uma viagem normal dentro do estado de São Paulo por exemplo, se gasta de R$ 4,80 à R$ 168,00 em pedágio só de ida, valores que os brasileiros  consideram sim altos.

Não pagar o pedágio e passar direto acarreta multa.

Os brasileiros gostariam de ter seu dinheiro pago em tantas tarifas de fato aplicado para beneficiar nosso país e não os bolsos de políticos, empreiteiras e concessionárias.

Share Button

Estuprador que saiu impune, comete novo ato e finalmente vai preso

O homem que foi solto na quarta-feira, 30/08, após ser detido por ejacular em uma jovem dentro de um ônibus, foi preso novamente por estupro na manhã de sábado, 2/09. Diego Ferreira de Novais, de 27 anos, assediou outra mulher por volta das 8h30 deste sábado, desta vez em um ônibus que passava pela Avenida Brigadeiro Luís Antônio, na região do Jardim Paulista, zona sul paulistana. Pela segunda vez em menos de uma semana, ele foi impedido por passageiros de sair do ônibus, e encaminhado ao 78.º DP (Jardins).

Não se engane pela cara de coitado, este é o estuprador Diego Ferreira de Novais, de 27 anos.

Segundo a tenente Stephanie Cantoia, a vítima tem entre 30 e 40 anos e estava a caminho do trabalho no momento do ataque. Ela relatou que estava sentada, quando o agressor se posicionou ao seu lado e começou a se tocar nas partes íntimas. Ela percebeu o que estava acontecendo e tentou levantar, já gritando para pedir ajuda, mas o agressor a segurou enquanto continuava a se masturbar. Os passageiros detiveram o homem e o seguraram até a chegada da polícia.

A tenente ressaltou que ele não resistiu à prisão e relatou o assédio. “Disse que tem problemas mentais e precisa de ajuda. A vítima estava muito abalada, mas quem não ficaria? Ninguém imagina passar por esse tipo de situação enquanto está indo para o trabalho.”

 O delegado Rogério Nader pediu instauração de incidente de insanidade mental para o agressor. Ele será levado para a cadeia do 2.º DP e ficará segregado dos demais presos. “Ele aparenta e disse ter problemas psiquiátricos. Nesse caso, pelo passado dele e por representar um risco para a sociedade, pedi a prisão.” Segundo o delegado, se não for acolhido o pedido de incidente de insanidade mental, será solicitada a prisão preventiva.

A vítima deixou a delegacia às 11h40, sem falar com a imprensa. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) disse que Novais foi “preso em flagrante pela Polícia Militar e acusado de estupro consumado”. Esta é a quarta vez que o suspeito acaba detido por estupro; o homem também já responde por 13 casos de ato obsceno e importunação ofensiva ao pudor, segundo a SSP. O agressor seria encaminhado a uma audiência de custódia em um prazo de 24 horas.

Novais tem agora 17 passagens semelhantes na polícia, em oito anos. O seu modus operandi é o mesmo: dentro do ônibus, ele se aproxima da vítima, mostra o pênis e, eventualmente, passa o órgão nela ou ejacula. O ataque anterior aconteceu na terça. Novais foi libertado no dia seguinte, em audiência de custódia. Para o juiz José Eugênio do Amaral Souza Neto, não havia elementos para enquadrá-lo por estupro. Amaral entendeu não ter havido violência na ocorrência, posição que contou com a concordância do promotor Márcio Takeshi Nakada, possivelmente porque nenhum dos dois ou seus parente andem de transporte público, a população se pergunta se caso a ejaculação tivesse sido na cara deles, se o veredicto teria sido o mesmo, já que o próprio pai do estuprador Diego Ferreira de Novais, disse em reportagem do SBT que o filho nunca deveria sair da prisão.

Share Button

Hipermercado é aberto em Birigui e gera 500 empregos

Foto Folha da Região.

O município de Birigui recebeu ontem 31/08/2017, seu primeiro hipermercado, oito meses depois do início das obras da unidade. O empreendimento, que demandou R$ 45 milhões de investimento, foi construído em terreno da rua Bandeirantes, no antigo estádio do Bandeirante Esporte Clube.

A loja tem como novidades caixas de compras com autoatendimento, adega com sommelier e setor que reúne alimentos saudáveis.

Ao todo, o consumidor que passar pela área de vendas poderá utilizar 37 check-outs, o que inclui caixas tradicionais e quatro autocaixas. Com a tecnologia, o freguês finaliza o processo de compras sem o operador. O próprio cliente se identifica, passa as mercadorias pelo leitor de código de barras ou pesa os hortifrútis no caixa automático e paga as aquisições com cartão de crédito ou débito.  O hipermercado foi o primeiro do Brasil ao implementar o sistema, que já é utilizado como opção na Europa e nos Estados Unidos para compras menores,, aliado claro aos caixas tradicionais.
Ao todo, as gôndolas, prateleiras e geladeiras presentes nos 5 mil metros quadrados de área de venda apresentam  50 mil itens. Entre elas, uma linha complexa de produtos saudáveis, com espaço exclusivo para mercadorias diet, light, sem lactose ou sem glúten, categoria que cresce muito.

A loja também tem adega com cerca de 600 rótulos de vinhos nacionais e importados, além de centenas de tipos de cervejas artesanais. No local, um especialista estará disponível para ser consultado pelo consumidor. O sommelier dará orientações sobre os tipos de bebidas encontrados no espaço e dicas de como harmonizar os vinhos com a gastronomia.

O hipermercado terá ainda as seções tradicionais de padaria, confeitaria, rotisseria, açougue, hortifrútis, eletroeletrônicos e bazar.
A área construída de 21 mil metros quadrados também engloba alameda com 21 lojas, de segmentos como farmácia, moda feminina e masculina, calçados, espaço kids, cafeteria, ótica, laboratório de análise clínica, lotérica e petshop.

O hipermercado gerou 350 empregos diretos, com funcionários que atuarão no hipermercado, e 150 indiretos, o que inclui promotores de marcas e atendentes das lojas da alameda.

A população torce para o que o hipermercado consiga manter os empregos e ainda atrair mais investimentos na região.

Fonte: Folha da Região.

Share Button

Com fogo e desmatamento região está com umidade do Saara

Mesmo após recentes chuvas, o clima desértico e o calor de 35 graus não deu trégua na região.

Ontem quarta-feira 30/08, ainda inverno, , Araçatuba e região estava com 35 graus e umidade do ar de 15%, para se ter uma ideia é a mesma do Saara (que varia entre 10 e 15%)

A OMS (Organização Mundial da Saúde) indica que a umidade relativa do ar ideal é de 60%. Entre 60% e 30% é considerado aceitável. Abaixo de 30% e acima de 20% já representa ‘estado de atenção’. Abaixo de 20%, como foi hoje, representa ‘estado de alerta’. Quando o nível de umidade relativa do ar fica abaixo de 12%, entra em ‘estado de emergência’.

Com poucas chuvas e falta de fiscalização em relação á queimadas além da pouca arborização e especulação imobiliária desenfreada, que desmata sem plantar, quem sofre? Todos nós.

Para ter mais umidade seriam necessárias mais árvores, árvores mesmo e não coqueiros paisagísticos.  Passou da hora dos políticos da região tomarem uma atitude, até porque eles e suas famílias também sofrem com a situação, mas será que a ganância e tráfico de influência é maior do que o bem estar de todos nós?

Share Button

Birigui continua no escuro

Birigui está no escuro. Muitas ruas centrais estão com os postes queimados e nos bairros a situação fica ainda pior.
No Patrimônio Santo Antônio, uma moradora chamou a CPFL, que de fato compareceu no local mas não trocou a luz, mantendo o poste queimado.
No Centro da cidade é luz sim, luz não. Desse jeito não dá. A população se sente acuada e com medo, principalmente mulheres que tem que voltar para a casa após trabalhar ou estudar até tarde.

Share Button
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...