Arquivos da categoria: Cotidiano

Chuva forte alaga bairro e causa estragos em Buritama

Casa de morador ficou alagada no bairro Buritis em Buritama — Foto: Arquivo Pessoal

Uma chuva forte atingiu Buritama (SP) na noite deste sábado (24) e causou alagamento, principalmente no bairro Buritis. Segundo os bombeiros, ninguém ficou ferido.

Casas e comércios ficaram alagados por conta da chuva, que começou por volta das 20h30. Os imóveis atingidos ficam no bairro.

Um mercado foi invadido pela água e alguns produtos ficaram boiando ao lado das gondolas. Em outras casas, a água chegou até a altura do joelho. Móveis foram danificados e alimentos perdidos.

Ainda não há informações sobre desabrigados na cidade por causa da chuva. Na manhã deste domingo (25/11/2018), os moradores fazem a limpeza do local.

Casa alagada em Buritama depois da chuva deste sábado (24) — Foto: Arquivo Pessoal
Fonte: Folha da Região.
Share Button

Black Friday 2018

Image result for black friday

A expectativa é que a Black Friday movimente R$ 2,43 bilhões em 2018 só com compras feitas pela internet, aponta pesquisa.
As vitrines das lojas e os principais sites de comércio eletrônico do país anunciam: está aberta a temporada de promoções da Black Friday.

A data de descontos foi importada dos Estados Unidos, onde é um dos dias mais aguardados no ano por consumidores, que garimpam produtos com grandes descontos.

Ela já foi adotada em outros países, como Reino Unido, Austrália, México, Romênia, Costa Rica, Alemanha, Áustria, Suíça e no Brasil, para marcar o início da temporada de compras de Natal.

Por aqui, a Black Friday chega à nona edição com a expectativa de movimentar R$ 2,43 bilhões em 2018 só com as compras feitas pela internet, uma previsão de aumento de 15% em relação ao ano passado, segundo a pesquisa Ebit/Nielsen.

 

No Brasil, os organizadores da temporada de promoções vêm há alguns anos tentando mudar a imagem que a data conquistou no Brasil após suas primeiras edições.

Isso porque, conforme as vendas foram aumentando, também se multiplicaram os problemas. Houve muitas denúncias de maquiagem de preços, com o valor de um produto sendo elevado poucos dias antes da Black Friday para oferecer então um “desconto” em que o preço cobrado era igual ou até mesmo superior ao valor não promocional.

Falhas técnicas dos sites também contribuíram para frustrar o consumidor e gerar uma imagem negativa da Black Friday, que acabou sendo apelidada nas redes sociais de “Black Fraude”: a data em que, segundo a piada, os produtos “custam a metade do dobro”.

Consumidores precisam tomar alguns cuidados ao fazerem compras online
Para consertar o estrago causado pelas promoções falsas e superar a desconfiança dos clientes, os organizadores tomaram medidas como lançar um selo para dar credibilidade aos descontos oferecidos e criar um código de ética para as marcas que desejam participar da data.

Ainda foram lançadas ferramentas para acompanhar o histórico de preços de produtos e programas que alertam se uma promoção é enganosa, além de campanhas de conscientização do consumidor.

Estas medidas vêm surtindo efeito, segundo a pesquisa Ebit/Nielsen. Entre as pessoas consultadas, 15,8% disseram em 2016 que não fariam compras durante a Black Friday. Hoje, são 11,4%. Dentre estas, aquelas que afirmavam que fariam isso por não confiar nos descontos eram 41% há dois anos – desta vez, são 35%.

Vale se a ideia for gastar menos em algo que você já deseja, mas não é hora de fazer dívidas. Em suma: nada de impulsos. Se tiver algum dinheiro sobrando, é uma boa data para economizar, desde que sejam seguidas algumas recomendações:

* Prepare-se: saiba mais sobre o produto desejado. Qual é a melhor marca? Que modelo tem as características ideais? Analise preços antes de a Black Friday começar para saber no dia se o valor oferecido é só um pouco menor (ou até maior) do que o de dias atrás. Recorra a sites que comparam preços e informam seu histórico. E simule antes da data uma compra para saber o valor do frete. Para compensar uma promoção, fornecedores podem encarecer a entrega.

* Tome alguns cuidados ao comprar: faça capturas de tela ao comprar para garantir que o preço anunciado é o mesmo cobrado. A oferta deve ser cumprida à risca. Use um site confiável – confira sua reputação em serviços como o Reclame Aqui e prefira páginas que tenham o código “https” no endereço, indicação de que é seguro e de que seus dados não serão roubados. Atenção a endereços semelhantes aos dos grandes varejistas que buscam atrair clientes desatentos para sites duvidosos. E desconfie de descontos muito maiores do que os da concorrência.

* E se algo der errado?: entre em contato com a loja para cobrar uma solução, com capturas de tela da compra e outros documentos em mãos. Se o pedido não for atendido, procure serviços de atendimento ao consumidor, como o Procon do seu Estado. Você pode fazer uma denúncia pelo site ou pelo telefone 151.

Share Button

Ex-presidiário atira em policiais

Image result for caixa d'água

Um ex-presidiário de 25 anos, morador no bairro Portal da Pérola 2, em Birigui, atirou contra policiais militares na madrugada desta quarta-feira (21), durante tentativa de abordagem. Ele é acusado de furtar duas caixas d’água que foram encontradas na casa que ele morava e devolvidas ao proprietário.

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares foram informados do furto de duas caixas d’água que estavam instaladas na sede de uma empresa no bairro residencial Parque Dom Pedro.

Os policiais conseguiram contato com os seguranças dessa empresa, que informaram que acompanhavam um GM Astra que puxava uma carretinha, na qual estavam as duas caixas d’água furtadas. O carro era ocupado por duas pessoas que conseguiram fugir.

Os seguranças informaram à polícia as características dos ladrões e os policiais suspeitaram que um deles seria o ex-presidiário, que é conhecido nos meios policiais. Eles apresentaram uma fotografia do acusado às testemunhas, que o reconheceram.
A equipe foi ao antigo endereço do ex-presidiário e encontraram a carretinha com as duas caixas d’água furtadas. Foi solicitado o apoio a outras viaturas e a atual casa do ex-presidiário foi cercada. Os policiais chamaram por ele, que alegou que iria prender o cachorro e abrir o portão, mas foi para o fundo do quintal e subiu no telhado.

Ao receber a ordem para descer, ele sacou um revólver e atirou três vezes contra os policiais. Dois deles revidaram, atirando quatro vezes cada um em direção ao acusado.

O ex-presidiário correu e desapareceu das vistas dos policiais pulando os telhados das residências vizinhas. Os policiais não foram feridos e não puderam constatar se o acusado foi atingido por disparos.

Após a fuga, os policiais bateram novamente na casa do suspeito e foram atendidos pela companheira dele. O Astra estava na garagem, com o capô quente, o que indica que havia sido deixado no local pouco tempo antes, segundo a polícia. Dentro do veículo havia um envelope com R$ 443,60 e um alicate corta-fio.

O carro e a carretinha foram apreendidos e levados para um guincho e as caixas d’água devolvidas à vítima. A polícia tentará identificar a pessoa que acompanhava o ex-presidiário após o furto.
Em outubro de 2015, o acusado foi condenado pela Justiça de Penápolis a 8 anos e 9 meses de prisão no regime inicial fechado, por participação em um assalto a residência ocorrido em Glicério, em maio de 2014.

Na ocasião, quatro moradores foram rendidos, amarrados, amordaçados e trancados em um dos quartos do imóvel. Uma das vítimas chegou a ser agredida com coronhadas.

A sentença transitou em julgado, em dezembro de 2016 o réu progrediu para o regime semiaberto e em fevereiro deste ano ele teve o direito à liberdade condicional.

 

Fonte: Folha da Região.

Share Button

Cido Sério terá que pagar multa

Image result for cido serio

O TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) não aceitou recurso e manteve irregulares a concorrência e o contrato de empresa especializada em serviços de engenharia, para a reforma e adequação de sistema de combate a incêndios, com o objetivo de obter AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) para a escola municipal Professor Fausto Perri.

O acordo foi feito em outubro de 2016 pelo ex-prefeito Cido Sério (PRB) pelo valor de R$ 380.302,07. Por conta das falhas no ajuste e na licitação, a corte de contas aplicou multa a Cido no valor de 160 Ufesps (Unidades Fiscais do Estado de São Paulo), o que corresponde a R$ 4.112,00, que também foi mantida. Ainda é possível recorrer.

Em novembro do ano passado, o substituto de conselheiro Josué Romero afirmou em sua decisão que houve violação da regra de publicidade que determina para as concorrências, tomadas de preços, concursos e leilões, que os avisos devem ser publicados em jornal diário de grande circulação no Estado e também, se houver, em jornal do município ou da região onde será realizada a obra.

Fonte: Folha da Região.
Share Button

Motociclista cai em buraco e fica com prejuízo de quase R$ 1.500 (mil e quinhentos reais)

Bildet kan inneholde: utendørs og natur

O aux. de almoxarifado, Henrique Ribeiro Pazinato 19 anos, teve um grande prejuízo após cair em um buraco. Pazinato conduzia sua motocicleta juntamente com sua namorada pela rua Antôno Bersanetti no bairro Pedro Marin Berbel às margéns da rodovia Dep. Roberto Rollemberg (SP-461), e não percebeu o buraco no meio da via, devido a escuridão no local. Ao cair no buraco acabou danificando o aro traseiro da moto, uma Honda titan 160.

Após orçamento, o valor que o aux. de almoxarifado terá que desenbolsar na troca de um aro novo e outros reparos será de aproximadamente R$1.437,00.

A Prefeitura de Birigui divulgou recentemente que investirá R$ 3.347.592,25 milhões no recapeamento asfáltico de 42 ruas de seis bairros da cidade. O bairros são: Jardim Planalto, Thereza Maria Barbieri, Cohab 3, Jardim São Braz, Vila Brasil e Costa Rica. Os serviços serão executados pela empresa Noromix Concreto.

Esperamos que o recamento seja feito com asfalto de qualidade e que o os moradores não corram mais riscos e nem tenham prejuízos.

 

Fonte: Q.A.P. Birigui

Share Button

Agência de viagens dá calote na região

Image result for excursao de onibus

Um grupo de 13 pessoas procurou a Polícia Civil de Araçatuba para denunciar uma agência de viagens de Birigui por um suposto golpe em uma excursão para a praia durante o feriado.

Segundo boletim de ocorrência, o grupo tinha contratado uma viagem para 1º de novembro para Guaratuba, no Paraná, mas o passeio foi cancelado pela agência e para cada uma das vítimas a empresa tinha dado uma desculpa diferente. A ideia é que o grupo passasse o feriado de Finados na praia.

A viagem foi, então, remarcada para o dia 14 de novembro, porém para Arraial do Cabo, no Rio de Janeiro, aproveitando o feriado de Proclamação da República. O passeio foi novamente cancelado pela agência, sem nenhuma desculpa convincente.

 

Fonte: Folha da Região.

Share Button

PREFEITURA VAI TERCERIZAR AGUA MESMO A POPULAÇÃO CONTRA VAI PRA PLENÁRIO DA CÂMARA EM SESSÃO DIA CINCO DEZEMBRO

A prefeitura alega urgência para economizar agua,e vai terceirizar,mas a própria prefeitura desperdiça milhares de litros de agua tratada,  praça Dr Gama centro de Birigui,e o povo quer saber por quantos anos pretende a prefeitura de Birigui dar concessão da agua para esta empresa,e vai ter licitação? Enquanto o povo vai desembolsar a mais? de um orçamento já exprimido.

Share Button

Justiça aceita denúncia contra ex-diretor de presídio que transferia detentos em troca de favores sexuais


Diretor foi preso durante operação do Gaeco em Araçatuba — Foto: Reprodução/TV TEM

A Justiça de Araçatuba (SP) aceitou a denúncia do Ministério Público contra o ex-diretor do Centro de Ressocialização de Araçatuba José Antônio Rodrigues Filho, preso em abril na operação Fura Fila.

José Antônio é acusado de receber, além de dinheiro, favores sexuais de presos para transferí-los de outras unidades para o CR da cidade, considerado referência no Estado. Outras nove pessoas foram denunciadas no mesmo processo.

O caso foi revelado a partir de uma operação realizada pelo Gaeco, o Grupo de Atuação Especial do Ministério Público que combate o crime organizado.

Na época, o diretor foi preso junto com outras duas pessoas, entre eles, uma advogada. O diretor, acusado de corrupção passiva, continua preso.

O próximo passo da Justiça agora é definir a data da audiência para ouvir testemunhas de acusação e defesa e os próprios réus.

Fonte: G1.

Share Button

Retirado projeto sobre animais de tração

Por meio de um ofício encaminhado pelo Executivo, o projeto que regulamentaria os veículos de tração animal em Birigui foi retirado de tramitação durante a sessão ordinária da câmara. A votação dele já havia sido adiada em outras sessões. A reportagem apurou que deve ser apresentada uma nova proposta sobre o tema em breve, com alterações.

A propositura tinha como objetivo evitar maus tratos aos animais que são usados nesse tipo de transporte no município. Ela foi protocolizada pelo prefeito Cristiano Salmeirão (PTB) após indicação da vereadora Carla Bianchi (PSD).

A matéria tornava obrigatório o cadastro dos veículos, animais e proprietários. Segundo o projeto, os veículos deveriam ter equipamentos obrigatórios, como freio manual, olho de gato fluorescente nas laterais e na parte traseira e varões duplos. O proprietário precisaria ainda usar os documentos de identificação, com seus dados pessoais, e informações sobre o veículo.

Já os animais iriam receber um chip e precisariam passar por exame de saúde, a cada quatro meses, que seria feito gratuitamente por veterinário da prefeitura. Caso ficasse constatado que o animal não estava em boas condições de saúde, o dono dele deveria buscar tratamento na rede pública ou privada.

Além disso, o proprietário seria responsável por cuidados com o animal, quando ele já não ter mais condições de trabalho, oferecendo alimentação, medicação e manutenção em local apropriado e limpo. Conforme a proposta, caso a norma fosse descumprida, o proprietário iria responder por crime ambiental.

A proposta dividia os descumprimentos da lei em quatro tipos de infração. A infração leve teria penalidade de R$ 50,00 e obrigatoriedade de realização do cadastro. Já a infração média teria sanção no valor de R$ 75,00 e também a obrigatoriedade de regularização. Infrações graves seriam punidas com multa de R$ 100,00 e obrigatoriedade de regularização.

Para infrações gravíssimas seria cobrada multa de R$ 150,00 e o documento de identificação do veículo e do animal seria apreendido e o proprietário ficaria proibido de exercer a atividade pelo período de 30 dias.

O projeto não acabaria com os piquetes, bem como não previa a apreensão dos animais que estivessem nesses locais. A fiscalização e aplicação de sanções seriam de responsabilidade da Polícia Municipal e o dinheiro arrecadado com multas e diárias seria revertido para o Fundo Municipal de Segurança Pública.

Se tivesse sido discutida, votada e aprovada, a lei valeria a partir de janeiro do ano que vem e só seria aplicada a veículos de tração animal que trafegam na área urbana do município. A propositura estabelecia ainda que a regra não seria aplicada em eventos como cavalgadas e rodeios.

Fonte: Folha da Região.

Share Button

PRÉDIO DA POLICIA ABANDONADO E PESSOAS DORMINDO ENFRENTE NAS CALÇADAS EM BIRIGUI

Olha que absurdo seres humanos dormindo em calçadas ,e este prédio fechado,o que ta acontecendo em Birigui não tem casa do desabrigado,se tem onde fica essas  pessoas foram flagradas dormindo em  frente ao um Banco a outra esquina da rua Barão do rio Branco Praça Dr gama e também enfrente ao  prédio abandonado rua bento da cruz.a prefeitura tem que tomar uma decisão gente tirar este povo da rua arrumar lugar pra eles dormirem,eles estão ai a mercê de chuvas vento animais,vamos tomar providências isto so nesta manhã que a reportagem do Portal flagrou.

Share Button
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...